David Reis fecha contrato de aproximadamente 1 milhão para novo sistema Câmara Digital.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Indicação de Davi Reis para o comando do Fumpeq provoca crise no PSDC | Manaus | A Crítica | Amazônia - Amazonas - Manaus
Foto| Reprodução/Internet

O projeto Câmara Digital consiste no uso de armazenamento de arquivos e só pode ser utilizado por membros selecionados.

David Reis, presidente da Câmara Municipal de Manaus (Avante) investirá aproximadamente 1 milhão de reais em sistema de armazenamento e digitalização documental da CMM.

A empresa selecionada para o serviço foi a IKHON – Gestão Conhecimento e Tecnologia Ltda.

O Presidente da Câmara emitiu uma Nota de Empenho (NE), utilizada para registrar as despesas orçamentárias realizadas pela Administração Pública em seu primeiro estágio e que identifica o nome do credor, a especificação, importância orçamentária, para garantir o valor deduzido, pouco mais R$ 393 mil e o restante do valor, R$ 550.246,66, ficará para o ano de 2022.

Já no Diário Oficial da última segunda-feira (16) mostra que o valor pago é de R$ 943.280,00 com contrato de 12 meses.

Segundo o site da prefeitura “o objetivo é reduzir uso de papeis” e “aumentará a celeridade nos processos legislativos e administrativos, reduzirá o tempo de localização dos documentos gerados nos processos legislativos e administrativos”.

Com diversos recursos na atualidade e tecnologias a população questiona o investimento desse porte para diminuição de papéis, e a restrição do sistema.

Redação Redação

Redação Redação

Deixe seu comentário