Quase 70 mil pessoas não tomaram 2ª dose da vacina contra a Covid-19 no Amazonas, diz Ministério da Saúde

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

No Amazonas, 69.932 pessoas ainda não tomaram a segunda dose das vacinas CoronaVac, fabricada pelo Instituto Butantan, e AstraZeneca, produzida no Brasil em parceria com a Universidade de Oxford e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde na terça-feira (13).

Mais de 12,2 mil pessoas já morreram no estado por complicações da Covid. O Amazonas enfrentou a segunda onda da doença entre janeiro e fevereiro deste ano.

De acordo com dados da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) do Amazonas, um total de 502.089 pessoas recebeu a primeira dose no estado e apenas 170.902 tomou segunda.

Em todo o país, cerca de 1,5 milhão de pessoas ainda não tomaram a segunda dose do imunizante. Segundo o Ministério da Saúde, mesmo aquelas pessoas que perderam o prazo estabelecido no cartão de vacinação para o reforço da vacina Covid-19 devem procurar uma unidade de saúde para a segunda dose.

De acordo com especialistas, a segunda dose é essencial não apenas para proteção individual. Quanto mais pessoas estiverem imunizadas, maior é a barreira criada na comunidade inteira, diminuindo as possibilidades de alguém se infectar.

O Amazonas já recebeu 1.231.970 doses de imunizantes. No entanto, segundo a própria FVS, somente 1.227.204 doses estão disponíveis para a aplicação. O restante faz parte de uma reserva técnica do órgão, que é obrigatória, segundo o Plano Nacional de Imunização.

Os dados parciais são do Programa Nacional de Imunização da FVS-AM (PNI/FVS-AM), disponível no site da instituição.

Redação

Redação

Deixe seu comentário